PROGRAMAS

FORMAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO

MELHORIA DA EDUCAÇÃO

O Programa Melhoria da Educação proporciona formação continuada para gestores educacionais, tanto no eixo da gestão pedagógica quanto no da gestão administrativo-financeira. Seus princípios são aliar teoria e prática; partir da experiência do território e valorizá-la; ressaltar o protagonismo das equipes das secretarias de educação na realização dos trabalhos; promover colaboração e troca de experiências inter e intra territórios; articular parcerias reconhecendo diferentes conhecimentos; e promover a redução das desigualdades na aprendizagem.

Em 2018, o Programa foi reestruturado em um processo que envolveu diagnóstico da atuação; oficina de redesenho; consolidação do documento base, que sedimentou as principais decisões estratégicas; seminário para escuta de especialistas e secretários; e, por fim, a estruturação dos ciclos para desenvolvimento das tecnologias.

A partir dessa nova concepção, a seleção dos municípios e arranjos territoriais parceiros passa a incluir consultorias, visitas técnicas e estudos de perfil de cidades com até 500 mil habitantes, que possuam mais de dez mil matrículas urbanas no Ensino Fundamental e Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) abaixo da média nacional ou estadual. Já os arranjos territoriais devem atuar por meio de colaboração entre municípios e estados.

NÚMEROS

1.540 horas
de formação presencial
1.281 participantes
diretos
111 municípios
atendidos
11 estados
de quatro regiões
do país
96% é o índice
de aprovação
das formações

O PROGRAMA JÁ CAPACITOU

mais de 4.700
profissionais
em cerca de 1.161
municípios
PARCEIROS

COMUNIDADE EDUCATIVA CEDAC
CENTRO INTEGRADO DE ESTUDOS E PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL (CIEDS)
OFICINA MUNICIPAL

AMBIENTE DE FORMAÇÃO

O objetivo do Programa Ambiente de Formação é construir espaços de aprendizagem que se baseiem em cinco princípios: sejam ambientes reais e virtuais; promovam a troca de experiência entre os pares; valorizem as experiências prévias; privilegiem a prática e promovam a diversidade.

Propõe espaços de formação com conteúdos disponibilizados em diferentes percursos formativos. Em 2018, foram oferecidos os cursos:

  • CURSO AVANÇADO DE AVALIAÇÃO ECONÔMICA;
  • CURSO DE GESTORES: AVALIAÇÃO ECONÔMICA DE PROJETOS SOCIAIS (PRESENCIAL E ON-LINE);
  • LETRAMENTO MATEMÁTICO;
  • MEDIAÇÃO DE LEITURA;
  • GESTÃO DE PROJETOS PARA ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL (OSCS);
  • GESTÃO DE PROJETOS PMDPRO (PRESENCIAL E ON-LINE);
  • COMUNICAÇÃO DE IMPACTO PARA O TERCEIRO SETOR;
  • COMUNICAÇÃO DE IMPACTO NA PRÁTICA;
  • BEBÊ A BORDO;
  • LEITURA PARA BEBÊS;
  • AVALIAÇÃO E APRENDIZAGEM;
  • PROJETO PARA ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL (OSCS).

NÚMEROS

15.408 foi o total de matriculados nas formações
1.241 matrículas nos cursos presenciais
14.167 inscrições nos cursos on-line
PARCEIROS

CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E AÇÃO COMUNITÁRIA (CENPEC
CENTRO DE REFERÊNCIAS EM EDUCAÇÃO INTEGRAL
CENTRO INTEGRADO DE ESTUDOS E PROGRAMAS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL (CIEDS)
INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL (ITS)
REVISTA NOVA ESCOLA

Letras e Números

O Programa Letras e Números promove ações que enxerguem a Língua Portuguesa e a Matemática como instrumentos de cidadania, deslocando a visão consagrada de que são “meras disciplinas” para o entendimento de que são elementos constitutivos da vida plena na sociedade.

Promove ou apoia ações de grande relevo, tais como: Escrevendo o Futuro, Leia para uma Criança, Prazer em Ler e Olimpíada Brasileira de Matemática – esses dois últimos em parceria com o Instituto C&A, com o Instituto de Matemática Pura Aplicada (IMPA) e o Ministério da Educação (MEC).

PARCEIROS

Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC)
Instituto C&A
Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (ICEP)
Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA)
Instituto Sidarta
Ministério da Educação (MEC)
Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias (RNBC)

Leia Para Uma Criança

Por meio do Programa Leia para uma Criança, o Itaú Social incentiva a leitura do adulto para e com a criança como uma oportunidade de fortalecimento dos vínculos e da participação ativa na educação desde a primeira infância. Pensando em seu desenvolvimento integral, procura ampliar o repertório cultural pela oferta de literatura de qualidade.

Para alcançar esses objetivos, seleciona livros infantis mediante edital. Em 2018, foram escolhidas para compor a Coleção Leia para uma Criança as obras “Quero Colo!”, de Stela Barbieri e Fernando Vilela, e “Pedro vira porco-espinho”, de Janaina Tokitaka.

Além da distribuição para pessoa física proporcionada pela campanha Leia para uma Criança, foi realizada uma distribuição com foco em escolas, bibliotecas, organizações da sociedade civil (OSCs) e instituições de assistência social. O objetivo é levar os livros a espaços que atendem famílias e crianças de localidades com maior dificuldade de acesso à leitura.

Outra forma de alcançar a população mais vulnerável é por meio das bibliotecas (kit com 100 títulos diversos). Em 2018, foram entregues 262 conjuntos para OSCs, escolas e bibliotecas que desenvolvem ações de leitura com crianças e 1.200 em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social.

Desde sua criação, o Programa Leia para uma Criança distribuiu mais de 54,6 milhões de livros impressos. Cerca de 15 mil obras foram oferecidas em braile e com fonte expandida.

O Programa passou a oferecer em 2018 uma formação on-line em Mediação de Leitura, em parceria com o Laboratório Emília, visando potencializar o uso dos livros da coleção. As turmas receberam mais de 7.000 inscrições.

NÚMEROS

3,6 milhões de livros foram distribuídos
4.000 obras oferecidas em braile e com fonte ampliada

LIVROS ENVIADOS PARA

109 bibliotecas comunitárias e públicas nas cinco regiões do país
891 escolas municipais de educação infantil e creches públicas e comunitárias
98 organizações da sociedade civil (OSCs)
15 secretarias municipais de educação
PARCEIROS
Organizações da sociedade civil (OSCs)
Secretarias de Educação
Secretarias de Assistência Social

ESCREVENDO O FUTURO

O Programa Escrevendo o Futuro contribui para a melhoria do ensino da leitura e da escrita nas escolas públicas de todo país, por meio de ações de mobilização para a formação de educadores envolvidos no ensino da Língua Portuguesa.

Uma das iniciativas do Programa, o portal Escrevendo o Futuro é um ambiente de formação a distância que disponibiliza materiais para o ensino da leitura e da escrita. A plataforma promove a troca de experiências entre os usuários e o contato com desafios e soluções para a prática em sala de aula.

O Programa realiza, ainda, a Olimpíada de Língua Portuguesa. O concurso de produção de textos, desenvolvido em parceria com o Ministério da Educação, mobiliza professores e alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio. Em 2018, a Olimpíada passou por uma reformulação com o objetivo de aprimorá-la para atender às demandas dos docentes e às práticas de ensino, processo que envolveu várias etapas de mobilização, reflexão e escuta.

Na formação de profissionais de educação, foram realizados em parceria com as secretarias de educação 28 cursos presenciais, em 26 municípios, com a participação de aproximadamente 2.450 professores de língua portuguesa, coordenadores pedagógicos e técnicos de secretarias de educação municipais e estaduais. Por intermédio do portal, foram realizadas 65 turmas dos cinco cursos on-line, mediados ou autoformativos, com 15.660 profissionais inscritos.



Novidades

  • A seção Literatura em Movimento do portal Escrevendo o Futuro foi atualizada com entrevistas com escritores (Marcelino Freire, Lilia Guerra, Geovani Martins e Marcelo D´Salete), artigos e indicações literárias. Os conteúdos auxiliam os professores nas práticas pedagógicas.
  • O diagrama interativo Percursos Formativos lançou duas novas ferramentas -- os planos de aula e as pautas de formação -- que permite ao professor compartilhar seu trabalho com outros educadores.
  • A Revista Na Ponta do Lápis teve duas novas edições.
  • Novo curso on-line Nas tramas do texto

NÚMEROS

2.450 profissionais participaram de formações presenciais em 26 municípios
15.660 participantes se inscreveram em 65 turmas on-line

Curso on-line

Curso Turmas Alunos inscritos
Sequência Didática: aprendendo por meio de resenhas 30 1.350
Caminhos da Escrita 29 1.344
Leitura vai, Escrita vem 3 6.482
Avaliação Textual 2 4.491
Nas tramas do texto 1 1.993
PARCEIROS

Canal Futura
Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec)
Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed)
Ministério da Educação (MEC)
União Nacional dos Dirigentes Municipais (Undime)

Olimpíada Brasileira de Matemática

A Olimpíada Brasileira de Matemática tem como principal objetivo contribuir para a melhoria do ensino da disciplina no Brasil, estimulando alunos e professores no aprimoramento do conhecimento. O concurso é voltado a estudantes dos Ensinos Fundamental (a partir do 6º ano), Médio e Superior de instituições públicas e privadas de todo o Brasil. É realizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada e pela Sociedade Brasileira de Matemática.

O Itaú Social oferece apoio na formação de professores do Programa OBMEP na Escola, formação de alunos do Programa de Iniciação Científica Jr. – PIC Jr. e elaboração de material didático do projeto Livro Aberto de Matemática.

NÚMEROS

1.300 professores recebem formação por meio do OBMEC na Escola
6.500 alunos medalhistas participam do PIC Jr.
ITAÚ SOCIAL | RELATÓRIO ANUAL 2018
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS